Tecnologias que não teríamos sem a corrida espacial

Tecnologias que não teríamos sem a corrida espacial
Já pensou como nossa vida tem se tornado mais prática? Confira comigo algumas tecnologias que não existiriam se não fosse a NASA.

Em 1962, o presidente John F. Kennedy prometeu enviar o homem pra Lua em 8 anos. Em seguida, a NASA entrou na corrida espacial, investiu em novas tecnologias e cumpriu a promessa em cinco meses. Pelo menos é o que dizem né?

Enquanto todos pensavam que Kennedy queria apenas explorar o universo, a História nos revelou o que aconteceu de verdade. Na realidade, pisar na Lua era apenas uma vaidade do presidente. Sua intenção ficou clara numa reunião com a NASA e os seus conselheiros quando disse: “Não estou tão interessado assim no espaço“.

Então, por que ele insistia tanto nisso? Na verdade, ele queria muito provar a superioridade americana sobre os soviéticos. Mas, foi o seu vice-presidente – Lyndon B. Johnson – que sugeriu uma forma grandiosa de fazer isso, pisando na Lua.

Tecnologias espaciais aqui na Terra

Mas para chegar lá seria necessário muito mais do que um mero desejo de ser superior. Seria necessário uma tonelada de outras tecnologias para serem desenvolvidas ou aperfeiçoadas. Por fim, acabamos utilizando muitas delas aqui na Terra.

Na realidade, o nosso mundo de hoje seria muito diferente se não existisse o programa espacial. Para começar, estas tecnologias nem existiriam.

TECNOLOGIAS PERMITIRAM PURIFICADORES DE ÁGUA

Uma coisa é certa: nós não podemos viver sem água tratada! Valeu NASA!

TECNOLOGIAS PERMITIRAM PURIFICADORES DE ÁGUA
Foto por Daria Shevtsova from Pexels

Na década de 60 a NASA iniciou uma pesquisa para criar pequenos purificadores de água. Isso aconteceu quando começaram a desenvolver tecnologias para as missões da Apollo.

No entanto além de serem leves, os purificadores também precisavam utilizar o mínimo de energia.

Finalmente, eles criaram um filtro de 255 gramas. Um baralho de cartas era maior que o pequeno filtro. E para manter a limpeza, o dispositivo distribuía íons de prata no abastecimento de água da nave.

Em 2006, a Concern for Kids colocou água em Kendala, no Iraque. Com tecnologia da NASA, a unidade foi o primeiro de uma série de sistemas. Eles foram construídos em comunidades que não tinham acesso a água para beber.

FOTOGRAFIA

Nós registramos imagens incríveis do nosso mundo! Em 2 anos a fotografia mudou bastante. Já existem cerca de 1 trilhão de fotos em todo o mundo. Graças a NASA, temos tecnologia fotográfica no celular.

TECNOLOGIAS TAMBÉM AJUDARAM A POPULARIZAR A FOTOGRAFIA
Foto por Oleg Magni from Pexels

Você sabia que a Kodak criou a primeira câmera digital? E o curioso é que antes desta criação eles já estavam trabalhando na tecnologia. Eles começaram os estudos nos anos 60 para o Laboratório de Propulsão a Jato da NASA.

Os cientistas procuravam formas de criar um dispositivo pequeno e leve que pudesse resistir no espaço.

O engenheiro espacial Eugene F. Lally foi quem experimentou a utilização de fotos sensores para capturar e depois digitalizar sinais de luz. Posteriormente eles utilizaram para criar imagens.

Por volta de 1965, a NASA já estava avançada. Inclusive, foram eles que inventaram a palavra “pixel” para descrever cada “elemento de uma imagem”.

Em seguida, nos anos 90, o laboratório da NASA fez outro grande avanço. Eles desenvolveram sensores de imagem complementares de semicondutores de óxido metálico (CMOS).

Este avanço permitiu o desenvolvimento de mini câmeras capazes de tirar fotografias de alta qualidade, como a do seu smartphone por exemplo.

APARELHOS ELÉTRICOS SEM FIO

Qualquer pessoa que já tenha comprado algum aparelho sem fio, deve agradecer à NASA. Perto nos anos 60, alguns problemas comuns precisavam de soluções.

APARELHOS ELÉTRICOS SEM FIO TAMBÉM RECEBERAM TECNOLOGIAS DA NASA
Foto por Bidvine from Pexels

Uma das soluções foi desenvolver uma chave para usar na gravidade zero. Uma chave que não fizesse o astronauta girar junto.

Surpreendentemente, em 1961 a Black & Decker já tinha criado ferramentas elétricas sem fios. Logo depois, a NASA, a Black & Decker e a Martin Marietta Corporation lançaram uma chave de impacto zero para usar no espaço. Certamente, esta invenção tornou os projetos de bricolagem muito mais fáceis!

Por outro lado, a NASA também precisava de uma furadeira leve e potente, para recolher amostras da superfície da lua. No entanto, o maior problema encontrado no projeto foi a fonte de energia. Para resolver o problema, a Black & Decker criou um sistema de gestão de energia computadorizado.

Hoje em dia, tanto esse sistema quanto as pilhas estão presentes nestas ferramentas. As lojas do mundo todo vendem estes produtos, e até hoje são campeões de vendas.

COBERTORES TÉRMICOS

Os cobertores térmicos já foram estrelas na ficção científica, mas agora são reais e muito importantes. Em 1964 a NASA desenvolveu cobertores prateados, refletores, leves e com isolante térmico. Nos dias de hoje ela utiliza os cobertores em quase todas as missões.

COBERTORES TÉRMICOS COM TECNOLOGIAS ESPACIAIS

No espaço, por exemplo, eles são muito úteis. Quando a Skylab perdeu um escudo térmico, um simples cobertor prateado salvou a estação espacial. O risco de superaquecimento era eminente.

Do mesmo modo, estes cobertores têm sido muito importantes aqui na Terra. Agora, eles estão presentes em kits de emergência e primeiros socorros.

Além disso, ele provou ser um eficiente salva-vidas. Os coletes também são usados por sobreviventes de desastres naturais, por exemplo.

Ao mesmo tempo, o material tornou-se obrigatório em hospitais. Eles são utilizados para manter os pacientes aquecidos antes, durante e depois das cirurgias. Inclusive, podem proteger a equipe hospitalar em ambientes frios.

Do mesmo modo, o cobertor é indispensável para os maratonistas. No final de uma corrida, por exemplo, os participantes se cobrem com os cobertores para evitar a hipotermia.

Em resumo, a tecnologia dos cobertores térmicos também está presente em outros objetos, como sacos de dormir, luvas e casacos.

Portanto, é graças a esta tecnologia que nós ficamos aquecidos enquanto nos movimentamos com liberdade!

Já imaginou um mundo sem mouse?

Eu acredito que não dá para imaginar um mundo sem computadores! Você concorda?

É bem verdade que as grandes melhorias deixaram os computadores muito mais acessíveis a todos. E isso inclui o mouse.

Já imaginou um mundo sem mouse?
Foto por John Petalcurin from Pexels

Nos anos 60, os computadores ainda eram utilizados para certas funções limitadas e o mouse ainda não existia.

A saber, foi Bob Taylor da NASA quem viu futuro no mouse. Em outras palavras, ele entendeu que assim seria mais fácil usar o computador. Por isso, ele começou a procurar novas formas de manipular os dados. Foi assim que ele chegou até Doug Englebart do Instituto de Pesquisa Stanford. 

Englebart construiu o primeiro mouse em 1963. Três anos antes, ele teve a ideia de criar um dispositivo que mostrasse o movimento do ponteiro numa tela.

Foi então, que a NASA entrou na jogada e financiou o Instituto. Assim, Doug conseguiu desenvolver seu projeto. O resultado foi super positivo. Criar o mouse foi com certeza a melhor ideia. Obrigado NASA!

Confira no vídeo do TecMundo um pouco mais da história do mouse:

E aí, curtiram este post? Então deixe o seu comentário e compartilhe com seus amigos!

Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on reddit

Posts Relacionados

2 comentários em “Tecnologias que não teríamos sem a corrida espacial”

  1. Pingback: Tecnologias que não teríamos sem a corrida espacial - Mahak

  2. Pingback: Bife Humano é criado por cientistas. Você comeria?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *