in

Guirlandas de Natal – Porque usamos e qual a origem delas?

Tempo de leitura: 3 minutos

O Natal está chegando e a hora de enfeitar a casa também. Assim como outros enfeites como árvores de natal, luzes pisca-pisca, as guirlandas estão presentes em muitos lares no Natal.

Nós já nos acostumamos com todos eles, então achamos tudo muito normal. A verdade, é que existe uma história muito rica por trás!

Há quem diga que as guirlandas, por exemplo, representam a coroa de espinhos colocada na cabeça de Jesus. O jornal New York Times escreveu que as folhas representam os espinhos. Já as bolas vermelhas representam o sangue de Cristo.

Embora esse significado seja considerado por muitos cristãos, no início não era bem assim! Assim como todas as tradições de Natal, a origem das guirlandas se deu em espaço pagão.

Volte ao passado, e você verá que o Natal e outras tradições festivas, estão ligados a rituais pagãos. Antigos romanos, egípcios e celtas já usavam coroas de flores, antes mesmo do Papai Noel nascer!

Vídeo de cottonbro no Pexels

Opa, pendurar guirlandas de Natal começou num ritual pagão

De acordo com a CBS News, a história do Natal está ligado com rituais pagãos para celebração do solstício de inverno. Este evento é o dia mais curto e a noite mais longa do ano.

O Natal realmente revela o pagão interior de cada um!“, disse o historiador Kenneth C. Davis.

Sua pesquisa revela que o Natal está ligado à festa romana das Saturnais. Esta festa sempre foi comemorada no dia 25 de dezembro. Esse é o dia do solstício de inverno no antigo calendário romano.

Então, o Natal começou quando o Cristianismo trocou as antigas crenças romanas. Vale dizer, que os romanos eram panteístas.

De acordo com o site Anciente Origins, cristãos alemães criaram guirlandas de Natal por volta do ano 1444. O objetivo era representar o amor sem fim de Deus.

A forma circular da coroa representa um símbolo de honra, vitória e a continuação do ciclo de vida que virá após o Natal.

Já a revista Wea Your Voice, explica que os antigos egípcios também usavam flores nesta época. No entanto, eles usavam folhas de palmeira.

Outras tradições curiosas do Natal pagão

Quase todas tradições do Natal cristão, tiveram origem nos costumes dos pagãos. Inclusive, a árvore de Natal.

No início eles penduravam maçãs nas árvores, mas depois trocaram por bolas vermelhas. Tudo isso celebra o desejo de que a luz e a vida se renovem no mundo. É isso que o Natal significa para cristãos e não cristãos de todo mundo!

Do mesmo modo, essa tradição de pendurar guirlandas de Natal nas portas, era um costume dos druídas. Eles acreditavam no poder de cura e usavam também para simbolizar a paz.

Foto de Matej no Pexels

Davis conta, que a guirlanda era um símbolo tão poderoso do paganismo. Por isso, as igrejas inglesas proibiram seu uso.

As raízes do natal são muito profundas entre os pagãos. Então, por volta do século 17 os cristãos travaram a primeira “guerra do Natal“. Davis explica que os puritanos conheciam muito bem a origem do Natal. Por isso, eles proibiram a celebração do Natal por 20 anos na América.

Concluindo, é inevitável que os significados mudem. Precisamos nos adaptar à uma nova realidade e aproveitar cada momento das nossas vidas!

Vamos nos lembrar, que as festas de fim de ano nos ajudam a aproximar mais das pessoas que amamos!

Por isso, comemore a vida, a felicidade, o amor e a família. E não se esqueça de se inscrever no nosso canal de listas no Youtube, tem vídeo novo lá!

Foto da Capa de Luna Lovegood no Pexels


Você vai curtir este vídeo


A melhor hospedagem para o seu site

Merece 1 ponto seu?

2 Comentários

Comente aí gente!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bife Humano é criado por cientistas. Você comeria?

Bife Humano é criado por cientistas. Você comeria?

5 menores insetos do mundo. Assista no Topster 5

5 menores insetos do mundo. Assista no Topster 5